segunda-feira, 30 de julho de 2018

PROLEGÔMENOS AOS VERSOS DE UM POETA - PROSA



DA SÉRIE: ENSAIOS QUE NOS LEVAM A PENSAR
Subsérie: Grandes poetas brasileiros.

PROLEGÔMENOS AOS VERSOS DE UM POETA




       1* Abordagem sócio/filosófica do tema “Política”. Coisa que não posso deixar de fazê-lo, pois respiramos política do primeiro alento, até baixarmos na indefectível e inevitável sepultura... Rapaz! Se bem observarmos, até a cremação é uma sepultura! Quem de lá retorna? Cinzas! Ora! Cinzas... 
Desta vez, trago à juventude de minha Pátria um grito de “não aceitação” do que fizeram com este país! Isto, segundo o meu entendimento, e que está concorde com os versos “O MEU PAÍS” do ilustre e grande poeta gaúcho João de Almeida Neto. Concorde com os versos e com o poeta!

A QUEM ESTAS PALAVRAS SÃO DIRIGIDAS:
2* Estas palavras são dirigidas unicamente aos jovens já votantes e ainda não votantes do nosso amado Brasil. Os adultos que se danem, foram eles que votaram “já com discernimento” nos políticos malucos de hoje, portanto, eles, os adultos, em sua maioria, foram os responsáveis e portanto, culpados! Mesmo por que! Usando a razão, não podemos culpar somente os políticos, desde quando, alguém os levou até lá! O problema sério mesmo é a “manada”, pois, é como se comporta a grande maioria dos votantes adultos e não adultos, votantes e não votantes.

AS DECISÕES QUE PODEM AFETAR OS SONHOS
DE UM POVO:
3* Os jovens quando iniciam o aprendizado do pensar, 20 anos para menos, embora comecem a votar aos 16 anos! À todos sempre foi garantido o direito de agir como quiserem! Desde tempos imemoriais, as ações do homem é o resultado do seu querer, do seu livre arbítrio! Este é um dos paradoxos da sociedade de falantes. Que eu nas horas de indignação chamo de sociedade de avestruzes, manada, enchedores de latrinas, etc., dar liberdade às pessoas que ainda não adquiriram suficiente poder de análise das complexas atitudes dos humanos, principalmente, quanto às ações de humanos políticos. Ações estas, que hoje mais fedem que cheiram. Os jovens sempre tiveram liberdade para arriscar a errar na escolha dos futuros dirigentes do Estado! Liberdade numa coisa que às vezes, nem os adultos com toda experiência acertam. Um paradoxo! Um paradoxo! O Mundo de amanhã foi engendrado pelos jovens de ontem! Que são os adultos e políticos de hoje! Em contraposição, os políticos de hoje, foram, “lógico”, os jovens de ontem, que hoje como adultos e já “políticos”, não passam de uma corja de bandidos! Quem poderá contestar tal proposição sem perder a logicidade? Pequena parcela dos políticos continuam honestos por índole! E também pelos exemplos de suas famílias, principalmente o dos pais! A maioria são gangsters de carteirinha e tudo! Al Capone se comparado com eles! Simplesmente, era um inocente! 

4* Aqui, oh! Jovens! Eu vos pergunto, quais são os comportamentos atuais dos políticos dessa amada Pátria brasileira? Quem pode me responder sem se envergonhar! Hoje, infelizmente, não podemos separar (situação de oposição) o comportamento deles não nos permite fazê-lo! Quais são os fatos tão ruinosos que levaram nossa “Terra Brasilis” a este descalabro? Não me venham culpar um governo só! A “coisa” vem de longas datas! Os governos mais recentes somente aceleraram a bandalheira! Foram com excessiva sede e irresponsabilidade ao pote! Mas, a “coisa” é antiga. O que chamo de “coisa” seria, e é, simplesmente os atos políticos de “desonestidade” praticados em todas suas formas, e o pior, é que estes atos ferem mais danosamente os descamisados, que agem como manada, e que votaram neles. Os ricos estão, e estarão sempre protegidos pelo dinheiro! Salvo quando os políticos ladrões que hoje roubam para si, dizendo que é para implantar o comunismos no país, seguindo as ideias de Gramsci, ideias estas que no futuro se voltarão contra seus descendentes enriquecidos com seus roubos de hoje! Eita povinho xucro! Eles leem, leem e não aprendem e não sabem para que foram inventados os expurgos! Os expurgos já estavam previstos um trilhão de anos antes de todas as revoluções comunistas! Eita povinho xucro e burro! Os expurgos são inevitáveis povinho xucro. Os expurgos não atingem os revolucionários da ativa! Mas depois que estes morrem, inevitavelmente os expurgos atingirão seus descendentes enriquecidos pelos roubos praticados por seus pais durante a revolução! Foi assim na Rússia, foi assim na China, foi assim em Cuba, e será sempre assim!  

5* Infelizmente, não há como fazer os partidários do caos, verem isso. O pior mesmo, é que nem os descamisados que votaram nos ladrões! Veem o horror que causaram! Eles não veem! Porque as religiões, (todas), ensinam aos descamisados (para lhes tomar o pouco que têm)! Que eles que tem que sofrer! Que sofrer faz parte da existência, que sofrer é bom, que o sofrimento os levam ao céu. Observem com atenção! Que num certo momento, todas as religiões no Brasil apoiaram o governo que levou a Pátria ao desgoverno e ao descalabro. Portanto, também as religiões são culpadas, Hoje vejo líderes religiosos bradando contra o “estado de coisas” que ora, acontece no país. Eles apoiaram os políticos safados, em troca de apoio financeiro, mesmo se algum religioso honesto acreditou! Cabe-lhes a culpa, por não saber discernir o bem do mal. Jovens! Atentem para o fato gravíssimo de que há quatorze milhões de pessoas sem emprego no país. Como estão dando comida aos filhos? Como pagam suas contas? Como estão se virando? Se perguntem por quais motivos os políticos brincaram com os sonhos do povo? Ora! Por ganância e usura, ou simplesmente pode ter sido por burrice mesmo, o outro motivo, foi não perceberem quais são os resultados futuros do gramscismo, analisem, e raciocinem se ouve um motivo maior! A meu ver, se houve! Este motivo foi a “burrice” citada atrás, não enxergaram que estavam levando a Pátria ao descaminho, e também a eles próprios e a seus descendentes!  
Os sanguessugas da Pátria que a justiça já desmascarou, não podem ir a um restaurante, nem a uma reunião pública, porque são inevitavelmente vaiados e chamados em alto e bom som de ladrões, seus filhos e netos são motivos de chacota nos colégios! Uma vergonha para estes inocentes, algo que não devia ocorrer, aqui refiro-me somente às crianças...

A VERDADE EM FORMA DE VERSOS.
6* Este grito de alerta na forma de versos, veio dos pampas gaúchos, contribuindo para demonstrar o alto grau de descontentamento do povo brasileiro, pois, do “Chuí ao Oiapoque”, nem todos estão concordes com a corja! É facílimo identificar quais os políticos que não compactuam com os sanguessugas da Pátria! É facílimo! São aqueles poucos e de diversas correntes políticas que ainda tem a hombridade de levantar a voz nas Câmaras Municipais, nas Assembleias Estaduais e no Congresso Nacional, e não importa o partido que pertençam, só que estes políticos são contados a dedo. Sabemos o que levou nosso país e seu povo a uma situação tão vexatória... Foi o modelo de governo populista. Adotado pelos últimos governos como máquina de apoio. Foi o gramscismo disfarçado de comunismo, disfarçado de social/populismo, foi sim! Meus jovens! Desconfiem da maioria destes “ismos”, bolivarianismo, populismo, marxcismo, gramscismo, o resultado final é sempre o fanatismo, o fanatismo cega a pessoa, é a pior doença política dos seres humanos, socialismo, comunismo, fundamentalismo, direitismo, esquerdismo, capitalismo, sim! O capitalismo mesmo, este é a pior e a maior praga do planeta. O capitalismo está destruindo o planeta. Eis uma prova! Porque Trump não validou o acordo de Paris sobre mudanças climáticas? Ora caros e ilustres jovens, Porque ele ficaria sem o apoio do Congresso Norte Americano, (que possui maioria capitalista), e assim, Trump não poderia governar! Temos também de contar com o fato de que a França é atualmente um pais com uma maioria do seu povo que vota num governo socialista! Puro burrismo! Portanto, não culpem somente ao Trump, mas, também ao Congresso Norte Americano. Eu não sei o que virá após o fim do capitalismo, num (ensaio/análise) da economia planetária e do surgimento recente do pós-capitalismo, eu defendo a teoria de que voltaremos a era da economia das cavernas, onde nada, absolutamente nada, nadica de nada tinha valor, seria uma economia onde as coisas por si mesmas não possuiriam valor algum. Algo que inviabilizaria o capitalismo. Tratei deste assunto no ensaio: PEQUENO TRATADO DE ECONOMIA. Mas, este já é um outro assunto. Eu discuto o fim do capitalismo comentando o livro PostCapitalism: A Guide to our Future is a 2015 book by British journalist and writer Paul Mason. In the book, Mason discusses the existential threat posed to capitalism by the digital revolution. He argues that the digital revolution has the potential to reshape utterly our familiar notions of work, production and value. Ali, no ensaio/comentário, (O FIM DO CAPITALISMO JÁ COMEÇOU), também já postado nesse blog, minha proposição não é a mesma do Paul Mason, mas, concordo com ele quanto ao fato de que o capitalismo está condenado ao fracasso. E de que na verdade, o capitalismo já começou há tempos a partir para o inferno. Tudo que for criado no planeta, na área da ideologia política ou econômica, que vá de encontro aos instintos primitivos do “sapiens”! Por incrível que possa parecer, já nasce fadada ao fracasso. Mais dia menos dia, por si só, sucumbe! O melhor exemplo é o comunismo, os comunistas antigos, hoje já demonstram vergonha de se dizerem comunista, as novas siglas partidárias que eles criam nos dizem isto. 

A BURRICE LATINO AMERICANA
7* Em toda a história recente latino/americana, o populismo sempre levou ao descalabro e à falência econômica aos diversos modelos de "governo" vigentes onde aflora o populismo! Todas as nações democráticas desta área do globo que adotaram o populismo foram para a bancarrota. Isto é histórico e incontestável! Depois de instituída a república em 15 de novembro de 1889, este tipo de comportamento aqui teve início com o Getulismo aqui no Brasil, na década de 1930, e com Peron na Argentina. O problema é que torna-se atraente conseguir apoio popular, pensando conseguir perpetuação no poder com este apoio popular, pouco se importando para as instituições, ledo engano, o resultado deste comportamento bate hoje em nossa cara. No Brasil atual o Executivo e o Legislativo foram “pras cucuias”, estão completamente desmoralizados, só não vê isso, os fanáticos, eles simplesmente se destruíram como políticos, se perderam! Não existe nada mais falido no momento que estas instituições e seus atores! Por sorte restou-nos parte do Judiciário. Eu disse, parte! Na maioria das sociedades em todo o mundo o poder Executivo e o poder Legislativo são irmãos siameses. São farinha do mesmo saco.

O ARAUTO DOS TEMPOS DIFÍCEIS:
8* O apoio da manada conseguido através do populismo, traz um grande problema aos governos que o utilizam, problema que só aparece a posteriori, depois do gado entrar no curral.
A massa ignara quando é sacudida e acordada com promessas de riqueza fácil, quando já dentro do curral cria um apoio grandioso aos governos, que disto se beneficia, o que permite o desmando, o descalabro e o enriquecimento fácil, ou seja, o roubo, e via de regra a doce e inútil tentativa de se perpetuar no poder. Nossa salvação, foi que quase que a totalidade do Poder Judiciário não se corromper. Não se enganem ou se esqueçam, quem primeiro levantou a bandeira do descontentamento foi o Judiciário, na pessoa do grande brasileiro ex-Ministro Joaquim Barbosa! Assim, nem tudo estava perdido, ainda existiam brasileiros honestos e inteligentes, ainda bem!

AS CASAS DO POVO SE AUTOCONSPURCARAM:
9* Os primores do pensamento brasileiro não estão somente nos anais das nossas academias de letras, ou nas pocilgas que atualmente denominamos envergonhados de “Órgãos Legislativos”, “Câmaras Municipais, Assembleias Estaduais e o Senado Federal”. Irrestritamente, todas estão podres e são venais! Salvo alguns gatos pingados, ainda bem!
Os poucos políticos honestos nestas casas, se veem encurralados! São muitos contra poucos. Necessário é, que se expurguem venais e corruptos dentro da lei, e pela justiça, e os que escaparem expurguem-se-lhes no voto! Outro problema também muito sério, são estes que escapam das malhas da lei. E olhe que este tipo de coisa ocorre em todo esse imenso Brasil.

OS ENCHEDORES DE LATRINAS:
10* Em todo o planeta, a maioria da humanidade será para quase que para todo o sempre uma manada. Isto é inevitável! Foi para esta parte da sociedade que inventaram o (pão e circo). Foi a esta parte da sociedade que Leonardo da Vinci chamou de “enchedores de latrinas”, não que os outros não o façam, mas estes, só isto o fazem. Não pensam um grama.

A CARAPUÇA E A ESPERANÇA:
11* Quem quer pegar a carapuça? Que esta, caiba somente na cabeça dos políticos e asseclas desonestos.
A nossa última esperança, nós a depositamos numa pequeníssima parcela que “ainda” resta de políticos honestos. Principalmente numa grande maioria de Juízes, Promotores, Desembargadores e Procuradores honestos, que para nossa salvação, é esta imensa maioria dentro da classe dos juristas.
Nos tempos atuais, (2017), toda esperança da Pátria está depositada no Judiciário.

ALERTAI-VOS: PORQUE SEMPRE HÁ ESPERANÇA:
12* Vedes e estais sempre atentos ao que dizem os brasileiros de calibre mais sutil e sublime. E isso, é importantíssimo para o futuro da nossa já tão maltratada Pátria. Que gritem os sonhadores e os poetas, já que os políticos enchem as burras e se esquecem do nosso amado Brasil. Lembrai-vos sempre! Que ainda há esperança... E de que a esperança será seguramente decomposta nos campos da Pátria! Por falta absoluta de quem a enterre! Já que ela é a última a morrer.

O VÍDEO ENVIADO:
13* Enviaram para o meu WhatsApp, (podem fazer os comentários que quiserem, mas, lembrem-se, da carapuça, que só cabe aos desonestos), um belíssimo vídeo com um poema de autoria e declamado pelo famoso cantor gaúcho João de Almeida Neto, por sinal, dono de uma senhora voz, sendo um mestre no declamar! É um “patriota”, coisa rara, e que nestes dias nebulosos está fora de moda. Depois, o vi cantando o poema.

A DELAÇÃO:
14* Na política atual é um salve-se quem puder! Todos só pensam em si. Observem o caminhar da carruagem da malandragem dos políticos desonestos, os amigos de ontem, hoje se entre acusam, tentando salvar unicamente a própria pele. É a velha história dos ratos do naufrágio! A Delação, é uma grande invenção da justiça moderna, ela é chamada de, delação premiada. Trata-se de uma causa de diminuição de pena para o participe que entrega seus companheiros, contribuindo essa informação para fazer cessar a conduta criminosa. E que mostrou resultados eficientes em alguns países, como Itália, Estados Unidos da América, Alemanha, dentre outros; influenciando para que o modelo fosse adotado pela legislação brasileira. A delação foi recepcionada pela primeira vez no Direito Penal brasileiro na Lei 8.072/90 (Lei dos crimes hediondos), sendo o benefício expandido para os crimes de extorsão mediante sequestro e naqueles assemelhados aos hediondos praticados por quadrilha ou bando.

15* OS VERSOS DO PATRIOTA:
Os versos do gaúcho contém tantas verdades e sabedorias reunidas, que fiz um comentário em versos tronchos, (isto é, assimétricos e caindo do alto para um lado), Não é, que resolvi publicá-los assim mesmo! Logo depois da poesia do brasileiro e gaúcho de escol, João de Almeida Neto, postarei este texto com os versos do gaúcho nos diversos Blogs da minha amada terra do Sertão da Ressaca. Primeiramente, no Blog A Gente Diz, do meu educado e cortês amigo Gildásio Amorim Fernandes.

Eis os versos do gaúcho:


O MEU PAÍS

João de Almeida Neto

Um país que crianças elimina;
E não ouve o clamor dos esquecidos;
Onde nunca os humildes são ouvidos;
E uma elite sem Deus é que domina;
Que permite um estupro em cada esquina;

E a certeza da dúvida infeliz;
Onde quem tem razão passa a servis;
E maltratam o negro e a mulher;
Pode ser o país de quem quiser;
Mas não é, com certeza, o meu país.
Um país onde as leis são descartáveis;
Por ausência de códigos corretos;
Com noventa milhões de analfabetos;
E multidão maior de miseráveis;
Um país onde os homens confiáveis não têm voz,
Não têm vez,
Nem diretriz;
Mas corruptos têm voz,
Têm vez,
Têm bis,
E o respaldo de um estímulo incomum;
Pode ser o país de qualquer um;
Mas não é, com certeza, o meu país.

Um país que os seus índios discrimina;
E a Ciência e a Arte não respeita;
Um país que ainda morre de maleita,
Por atraso geral da Medicina;
Um país onde a Escola não ensina;
E o Hospital não dispõe de Raios X;
Onde o povo da vila só é feliz;
Quando tem água de chuva e luz de sol;
Pode ser o país do futebol;
Mas não é, com certeza, o meu país!

Um país que é doente;
Não se cura;
Quer ficar sempre no terceiro mundo;
Que do poço fatal chegou ao fundo;
Sem saber emergir da noite escura;
Um país que perdeu a compostura;
Atendendo a políticos sutis;

Que dividem o Brasil em mil brasis;
Para melhor assaltar, de ponta a ponta;
Pode ser um país de faz de conta;
Mas não é, com certeza, o meu país!

Um país que perdeu a identidade;
Sepultou o idioma Português;
Aprendeu a falar pornô e Inglês;
Aderindo à global vulgaridade;
Um país que não tem capacidade;
De saber o que pensa e o que diz;
E não sabe curar a cicatriz;
Desse povo tão bom que vive mal;
Pode ser o país do carnaval;
Mas não é, com certeza, o meu país!     
                  João A. Neto.


Agora, vamos aos meus versos tronchos,
desmilinguindo pela encosta.

JUVENTUDE BRASILEIRA

Não olvides, oh! Juventude brasileira!
O que João de Almeida Neto nos diz,
Ao mostrar a besta corja sem verniz,
Sem rodeios, alfombra, ou sobrepeliz,
Mostra o cerne da nossa situação infeliz,
Jovem! Este, não é com certeza, o teu país!

Sempre atenta, oh! Juventude brasileira! 
O que diz e faz o político mandingueiro?
É venal, corrupto, desonesto e trapaceiro,
É fósforo usado, não acende um candeeiro,
Cada um, “per se” é um legítimo cangaceiro,
Creiam-me! É corja vil, nenhum deles é brasileiro.

Despertai da letargia, oh! Juventude brasileira!
Levantai o estandarte da esperança derradeira,
Atente aos movimentos da nobre gente altaneira,
Vá a luta sem temor, por tua linda terra hospitaleira,
Com teu voto soberano mande os políticos pra fogueira,
do esquecimento, isto numa proposta correta e verdadeira,
Jovens! O amor eterno seja o símbolo, dessa Pátria brasileira.


Edimilson Santos Silva Movér
Vitória da Conquista-Bahia, 20/07 /2017
moversol@yahoo.com.br

WhatsApp  77-99197 9768

0 comentários:

Postar um comentário